Seminário de Quelonicultura na Amazônia 2017

Carregando Eventos
  • Este evento já passou.

Seminário de Quelonicultura na Amazônia 2017

Evento Seminário de Quelonicultura na Amazônia 2017

O Seminário de Quelonicultura na Amazônia: Produção para a conservação das espécies será nos dias 24 à 26 de Outubro, na Embrapa Amapá, Macapá-AM.

O evento é apoiado pelo Banco da Amazônia – BASA, por meio do Projeto Amapajá.

A quelonicultura, produção comercial de quelonios para consumo humano, é uma atividade legalizada. Entretanto, ainda possui lacunas em sua cadeia produtiva. Uma das causas destas lacunas é a falta de interação entre produtores, governo e pesquisadores, a fim de sanar os entraves existentes. Por isso, idealizou-se o evento com o objetivo de possibilitar essa interação e discussão dos entraves e possíveis alternativas para o desenvolvimento dessa atividade.

 

Programação Geral: O evento terá a duração de dois dias e meio, e nele serão expostas experiências de quelonicultores e pesquisas científicas, além de serem debatidos os entraves e as possíveis soluções para o mesmo. Durante o evento também será discutidas proposta de uma rede, a Rede de Quelonicultura da Amazônia (REQAM), que possibilitará a interação entre os participantes do evento após o mesmo, assim como de outros interessados na temática. Também será gerado um documento de sistematização do evento o qual será impresso e distribuído para instituições relacionadas à temática.

 

Público-Alvo: O evento é direcionado para Grandes e Médios Produtores Rurais e Cooperativas, Comunidade Científica e Acadêmica, Poderes Executivo ou Legislativo.

 

Detalhes

Início: 24 de outubro de 2017
Término: 26 de outubro de 2017
Website: Visitar Site do Evento

Local

Embrapa Amapá

Rodovia Juscelino Kubitschek, Km 5, 2600 - Universidade
Macapá,AP68903-419Brasil

+ Google Map

Telefone:

+55 (96) 3203-0200

Visitar Site do Local

Organizador

Embrapa Amapá
Telefone: +55 (96) 3203-0287
E-mail:

Classificação

Categorias:

Tópicos:

Tipo: Seminários / Jornadas

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *